Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

Ainda bem que era à beira-mar...

Que tipo de pessoa acorda antes das seis da manhã em um domingo, olha para fora e vê que, além de ter chovido durante a noite, ainda está caindo uma garoa, e, ainda assim, levanta, se arruma e se "paramenta", e vai participar de uma prova de corrida? Bando de malucos, segundo minha mãe. Bando de malucos felizes, que adoram correr, digo eu. A meia maratona de Balneário Camboriú foi assim, chuvosa... É uma prova bem gostosa de fazer, visual lindo, e permite correr sozinho os 21km, em dupla, ou 5km. E ainda tem maratoninha para as crianças, então é bem democrática. Tem premiação em dinheiro, atraindo gente muito boa. Feita a inscrição, retirar o kit no parque Unipraias. Só no sábado, isso acho ruim, podia ter uma estrutura uns dois a tres dias antes da prova, facilita e fica menos tumultuado. Tinha uma feirinha pequena, preços nada atrativos. Na hora de escolher a camiseta, eu não tive problemas, mas percebi que eles permitiram que as pessoas que foram retirar mais cedo o kit …

Mães que correm

Mães correm. Mesmo as que não treinam... E as que treinam ainda correm para conseguir treinar. Este é um post para mães. Sei que muitas pessoas passam por dificuldades imensas para conseguir tempo e disposição para treinar, trabalham muito, ainda estudam depois, não têm apoio, e rendo minhas homenagens a todos que conseguem apesar dos problemas. Mas hoje quero falar das mães. Muitas mulheres que conheço começaram a correr justamente quando se tornaram mães, para perder os quilinhos que sobraram da gestação. Só que vão pegando gosto, e mesmo emagrecendo (ou não), várias não querem mais parar, seja pela estética, pelos amigos que fez, pelo momento de "solidão" (ah, adoro uma solidão). Só que o treino de uma mãe, com todo o respeito aos homens e às mulheres sem filhos, é diferente. Você pode programar o seu treino para as oito da manhã, separar toda a roupa, ir dormir cedo e aí...o filho tosse a noite toda, tem pesadelo e te chama, ou precisa ir ao banheiro e chama, enfim, aqu…

Viajar para correr é ótimo, mas correr em uma viagem também vale

Este post é atrasado, porque já voltei de viagem antes da volta à ilha, mas não consegui publicar antes e não queria deixar de contar sobre minha viagem.  Fiz mais uma prova no exterior. Não, eu não corri em Boston. Não é para o meu bico (biquinho). Como não tenho como meta correr uma maratona pelos próximos varios anos, costumo dizer que pretendo ter índice para correr em Boston quando estiver na categoria dos 65 anos. Mas descobrir que existe gente perversa o suficiente para planejar e efetivamente colocar uma bomba na chegada de uma prova de corrida, um ambiente de saúde, família e confraternização...que horror. Não vou entrar na questão política da coisa, se é terrorismo, se as coisas não são como contaram, teorias de conspiração, etc. O fato é grave e ponto.  Mas...Este não é um post de tristeza, e não porque o assunto não é importante, e sim  porque não é o meu objetivo no blog. A reflexão sobre o que ocorreu  é necessária, claro, mas o que mais me preocupa é que pessoas que…