sexta-feira, 13 de março de 2015

Salgado de maromba - Receita!!!

Férias...época de estocar. Sim, é o que eu faço. Estocar comida. Normalmente não tenho tempo de deixar minhas coisinhas prontas para lanches e jantares, então aproveito as férias para preparar as bases, normalmente as proteínas das refeições e deixar tudo congelado. Nos dias de apuro, só aquecer e comer com salada, legumes, quinoa, massa...
Quibe, hamburguer (receitas da Nádia, originais e adaptadas), torta de carne, frango ensopado, molho de tomate (funcional do nutricionista André)...hoje foi dia de salgado da maromba, receita original da nutri Nádia, mas eu sempre acabo mexendo.
A que eu fiz hoje é com brócolis, mas a original é com batata doce. Como estou em fase de redução de carbo, uso brócolis, e também dá com couve flor. Salgado da maromba é ótimo para levar para o trabalho e só esquentar, para o lanche da tarde. Bem proteico, bem nutritivo, sem cara de frango-com-batata-doce de sempre.
É facil, como quase tudo o que eu faço.
Ingredientes:
- 100gr de frango cozido (hoje usei sobrecoxa porque tinha em casa, normalmente uso peito);
- 100gr de brocolis cozido (ou batata doce, ou couve flor) 
- azeite para juntar
- alguma farinha funcional como de linhaça ou chia, ou farelo de aveia se quiser deixar ainda mais nutritivo;
- temperos, especiarias, queijo cottage, o que tiver em casa.

No processador, coloque o frango e o brocolis (normalmente eu cozinho pouco o brocolis, coloco já na água fervente e tiro alguns minutos depois, para manter a crocância. Mas para fazer o salgado, melhor cozinhar um pouco mais se voce não tiver um bom processador). Coloque azeite a gosto, uma colher mais ou menos, é para juntar a massa. Azeite bom, por favor.  Sal, pimenta ou algum mix de temperos (usei o Mr Dash para hamburguer, estou meio viciada nele), e a farinha, pouquinho, para não ficar seco, tipo uma colher de sopa. Pode colocar açafrão, curry, páprica, vai do gosto do freguês, o negócio é dar gosto sem acrescentar calorias.
Dependendo do processador, vai rapidinho. O meu pequeno não cabe muita coisa (por isso são só 100gr de cada, mas pode fazer com mais), e demora um pouquinho. Dá para fazer no liquidificador? depende do aparelho. Já queimei um, então eu digo que não dá...rs
A batata doce demora mais para processar (foi com ela que queimei o liquidificador).
Depois que vira uma pasta  não muito mole, coloque até a metade de um pote que possa ir ao forno (uso forminhas coloridas da Oxford, lindas e duradouras - não uso made in China). Você pode fazer em potes maiores, se quiser usar como uma refeição para a família, mas fica super charmoso nos potinhos, e para mim é porção individual mesmo.
Eu gosto de rechear, e aí depende da criatividade, ou mais precisamente, do que tem em casa. Hoje fiz um com uma colher de cafe de molho pesto (um restinho que eu tinha) e um pedacinho de queijo pecorino, e os outros com cottage sem lactose e mostarda com curry. Pode colocar blanquet de peru, requeijão, tudo mais proteico, para não agregar carbo.
Preenche o resto da forminha com a massa, e por cima chia e orégano, e forno!
Não esqueça que tudo está cozido, na verdade é mais para gratinar, ou algo semelhante. A massa vai ficar mais firme e com crocância por cima, e quando você come, o recheio dentro é aquela surpresa agradável, adoro. Nunca marco os recheios, não quero saber antes de comer...
Fotos no insta, vejam que lindos!!