Postagens

Mostrando postagens de 2017

Vamos estrear com uma manezinha de Floripa: a rápida e consistente Gabriela Paula

Imagem
Conheci a Gabriela Paula em uma das primeiras corridas Track and Field que participei. Ela ganhou. Depois disso a vi em quase todas as outras que fiz (senão todas), e ela ganhou sempre hahahahaha. Nos 10km é minha musa inspiradora, uma pessoa real com objetivos reais e muito treino na veia. Depois a conheci pessoalmente, a Simone já conhecia do colégio Coração de Jesus, mas eu estudei no Colégio Catarinense, então não sabia quem ela era. Além de tudo, ela é muito legal. Te incentiva quando te encontra, parabeniza, é humilde. Advogada da Formacco, que dá nome à equipe da qual ela faz parte, ela se destaca também em provas de aventura como Volta à Ilha e demais provas da Ecofloripa. Tem uma filha super fofa. Tenho muito respeito pelos resultados dela. E ela tem muito a dizer para nos inspirar. Diferentemente de mim, ela sempre esteve envolvida com esporte de forma competitiva, e fazia tudo bem feito. Com vocês, Gabi. 1. Há quanto tempo corre? Teve alguém que te levou para a corrida? Eu s…

Quem gosta de velocidade tem pressa? Vem aí as velozes...

Imagem
Depois de reflexões sobre maratona, e de saber como quem corre tudo isso se sente, vou voltar para meu território, que é o de distâncias menores com a busca permanente por tempos melhores.  Sim, eu gosto de velocidade. Gosto de tentar baixar meus tempos nas provas que são "as minhas", me esforço para isso, e não é pouco. Isso faz com que eu seja considerada competitiva. Inclusive por mim mesma. Mas vejam, eu não busco um resultado melhor do que o de outras pessoas (tá, do que algumas sim), e sim um resultado melhor do que eu tive ontem. E levo isso a sério.  E para isso é necessário, mais do que velocidade, paciência. Sim, muita paciência, porque você vai treinar muito para o resultado aparecer, e para baixar um tempo que você lutou para chegar, é questão de detalhes, e às vezes você passa o ano planejando, para cada prova, uma estratégia que te permita chegar onde você quer no tempo que você quer. Tem que seguir a dieta, a sumplementação adequada, reforço com musculação, p…

O que faz a prova perfeita?

Imagem
Depois que a gente começa a correr e participar de provas (vocês sabem que eu recomendo sempre participar de provas, é muito estimulante e desafiador), fica observadora quanto ao que é desejável, ao que é importante, e ao que é fundamental nelas. Não estou falando de coisas aleatórias, como a prova acontecer em um dia nem frio nem quente, sem vento ou chuva, e eu estar em um bom dia para correr, etc. Falo da parte de organização para a prova acontecer.  Nem tudo é importante ou desejável em todo tipo de prova. Por exemplo, largada em ondas, ou organizada por baias, com horários diferenciados pelas distâncias ou paces. Isso é ótimo, mas é coisa de prova grande. Grande mesmo, mais de 5 mil pessoas, pelo menos. Tem também o gosto individual, e a fase da vida de corredor em que se esteja, como vou falar depois. Mas alguns itens são fundamentais. Vamos começar por necessidade. Banheiro. E olha que não sou a corredora que sempre tem dor de barriga meia hora antes da largada, só às vezes ha…

Fiz uma maratona!! Mas em dupla...hihihi

Imagem
(Foto by Mario Lenz)

Eu tenho um baita trofeu de 2º lugar na Maratona Beto Carrero, é muito divertido de ver. Porque foi em quarteto que obtivemos essa glória (sim, porque não foi moleza não). Mas nada indica, nem no trofeu, nem na medalha, que eu não tenha concluído sozinha essa prova.  Na Maratona de Floripa, realizada há duas semanas, foi diferente. A medalha tem a referência a que prova você concluiu. No meu caso, em dupla, ou seja, cada uma correu meia maratona. Mais legal.   A Simone teve a ideia faz meses, me convidou, e virou meio que nossa meta do segundo semestre. Época boa, porque o treino forte não é no calorão, a prova em final de agosto, perfeita para comemoração do meu aniversário, como gosto todos os anos já há um bom tempo.  Vou dar minha opinião super pessoal sobre fazer esse tipo de prova em dupla: acho que deve ser feita com alguém que você conheça e tenha uma relação no mínimo afetuosa, para ter a satisfação de chegarem juntos no final, realmente curtindo o fato …

Último post da série Maratonistas: Daniel de Oliveira, o cara das grandes distâncias

Imagem
Hoje é dia do cara que eu chamo carinhosamente de grilo falante. Ele fica meio de voz da consciência, uma consciência bem ousada, corajosa, que te empurra para frente, e que te anima. O que ele fala entra no cérebro da gente, e poucas pessoas são capazes disso. O único entrevistado homem do blog nesta série, porque ele é um super parceiro em todas as minhas ideias, inclusive as mais malucas, esteve conosco no Treino Maria da Penha em BC, apoiou e a Wellness, da qual é sócio, patrocinou todos os treinos das Mulheres que Correm. Daniel é educador físico, sócio da Wellness, clinica de treinamento funcional e corrida em Blumenau, maratonista, ultramaratonista, triatleta (que faz não um ironman, mas 5 de uma vez só, pessoa bem normal hahahahaha). Ah, sim, me chama de Pasold, adoro! Vai fazer um deca iron este ano, e vai correr a maratona de Floripa no domingo!!!! Então ele é perfeito para hoje.  Com vocês, o motivador.

1. Qual o barato das longas distâncias?  Sinto que em distancias longas t…

Hoje é dia da maratonista amadora experiente: Kerly Santos

Imagem
Hoje vou apresentar a vocês uma maratonista experiente, embora como corredora nem seja tanto assim, se considerarmos a velha guarda e como a corrida geralmente evolui na vida das pessoas. Quando eu já tinha corrido a meia maratona de NY, ela estava na transição 5km-10km, e hoje ela já percorreu muito mais milhas do que eu, não tenho dúvidas!! Eu a conheci por uma amiga comum, em Curitiba, somos as três com a mesma profissão, e tivemos uma conexão boa imediatamente. Ela é uma querida! E eu a escolhi (na verdade tive uma dica, valeu sis) porque ela escolheu correr distâncias maiores, se apaixonou, e nunca mais parou. Forest pacas.  Mas sinceramente, nem eu sabia de tudo o que ela já tinha feito como corredora. É gente como a gente (assim como a Sabine, claro. Não, a Simone Ponte Ferraz é profissa, outro tipo de gente, menos como a gente 😆), tem que conciliar treino com vida que não tem nada a ver com treino, ouve os comentários que a gente a-do-ra ("vai envelhecer correndo assim&qu…
Imagem
E hoje, a segunda da série de people que corre maratona. A opiniões dela não são tão emocionais, porque ela é...A PROFISSIONAL!! Simone Ponte Ferraz nasceu na cidade de Ponte Serrada e foi para Jaraguá do Sul na adolescência. Virou a rainha da pista, correndo 1500, 3000, 5000 e 10000 e ganhando muitos trofeus. Está em quase todos os pódios das corridas em SC (normalmente não está nos que ela não correu) . Também tratou de se formar em educação física para ser treinadora e tem a SPF Running, em Jaraguá, que é uma assessoria de corrida e centro esportivo.  Só que um belo dia ela mudou. Quando eu vi, ela estava lá, em Floripa, correndo a maratona. Eu fiquei super emocionada, embora confusa, kkk, mas adoro ver a Simone chegar,  e nas provas que assisti, que foram mais meia maratonas, geralmente em primeiro, muuuuito na frente das seguintes.  Eu a conheci porque ela era treinadora e corria com um casal de amigos que adoro, que na época moravam em Jaraguá. Ia ter prova no domingo, e jantam…